top of page

Entendendo o PAC - Processo Auditivo Central

Atualizado: 11 de set. de 2023

O PAC ou Processo Auditivo Central é uma das partes fundamentais do sistema auditivo humano, responsável por interpretar os sinais sonoros captados pelos ouvidos e transformá-los em informações compreensíveis para o cérebro. Essa complexa rede de processamento desempenha um papel crucial em nossa capacidade de ouvir, entender a fala, localizar fontes sonoras e interpretar o mundo sonoro ao nosso redor.


O Que é o Processo Auditivo Central?

O processo auditivo pode ser dividido em duas etapas principais: a periférica e a central.

A etapa periférica refere-se à captação física dos sons pelos ouvidos, começando com a entrada das ondas sonoras pelo canal auditivo e chegando até o estímulo das células ciliadas na cóclea.

A etapa central é a fase em que as informações sonoras são processadas e interpretadas pelo cérebro.



Distúrbios do Processo Auditivo Central


Existem diversos distúrbios relacionados ao processo auditivo central, sendo alguns deles:

  1. Déficit de Processamento Auditivo (DPA): É um distúrbio em que o sistema auditivo central tem dificuldade em interpretar as informações sonoras corretamente, mesmo que a audição periférica esteja normal. Pessoas com DPA podem ter problemas em lembrar e seguir instruções verbais, dificuldades em aprender a ler e escrever, além de apresentar problemas de atenção em ambientes com ruído.

  2. Zumbido (Tinnitus): Embora seja mais associado ao sistema auditivo periférico, o zumbido também pode ser afetado pelo processo auditivo central. Quando a rede neural associada ao processamento auditivo é alterada, pode ocorrer uma percepção inadequada de zumbidos, mesmo quando não há uma fonte sonora externa.

  3. Apraxia Auditiva: É um distúrbio em que há uma desconexão entre o cérebro e os movimentos necessários para processar e compreender a fala. Pessoas com apraxia auditiva podem ter dificuldade em produzir e compreender sons da fala, mesmo que não haja problemas na audição periférica.


Avaliação e Intervenção A avaliação do processo auditivo central é realizada por profissionais especializados em audiologia e fonoaudiologia. Testes específicos são aplicados para identificar possíveis distúrbios e determinar a melhor forma de intervenção.

A intervenção para problemas no processo auditivo central pode incluir terapia auditiva, treinamento auditivo, uso de dispositivos assistivos e adaptações no ambiente para melhorar a comunicação.



Como funciona o exame do PAC?

O exame do processo auditivo central é um procedimento que visa avaliar como o cérebro processa e interpreta as informações sonoras.

Diferente dos exames auditivos convencionais, que focam na detecção de perda auditiva no sistema auditivo periférico (ouvido externo, médio e interno), o exame do processo auditivo central concentra-se nas vias neurais e áreas cerebrais responsáveis pelo processamento auditivo.

Existem diferentes testes e procedimentos que podem ser utilizados para avaliar o processo auditivo central. Alguns dos mais comuns incluem:

  1. Teste de Dicótico de Dígitos: Nesse teste, o paciente ouve diferentes sequências de números sendo apresentadas simultaneamente em ambos os ouvidos. O objetivo é avaliar a capacidade do cérebro em processar e lembrar as informações recebidas em cada ouvido.

  2. Teste de Localização Sonora: Nesse teste, o paciente é solicitado a identificar a origem de sons que são apresentados em diferentes direções. Isso ajuda a avaliar a habilidade do cérebro em localizar fontes sonoras no ambiente.

  3. Teste de Reconhecimento de Padrões Auditivos: Nesse teste, são apresentados padrões sonoros complexos ao paciente, e ele deve identificar se os padrões são iguais ou diferentes. Isso ajuda a avaliar a capacidade do cérebro em discriminar e reconhecer diferentes padrões auditivos.

  4. Teste de Atenção Auditiva Seletiva: Nesse teste, o paciente é exposto a estímulos sonoros em meio a ruídos de fundo, e ele deve focar sua atenção em um estímulo específico. Isso ajuda a avaliar a capacidade do cérebro em filtrar e selecionar informações importantes em ambientes ruidosos.

  5. Emissões Otoacústicas Transientes (EOAT): Esse teste é mais comumente utilizado para avaliar o sistema auditivo periférico, mas também pode fornecer informações sobre o processamento auditivo central. Ele mede as respostas do ouvido interno em resposta a estímulos sonoros.

Uma vez identificados possíveis problemas no processo auditivo central, o profissional pode recomendar intervenções adequadas, como treinamento auditivo ou terapia auditiva, para melhorar a percepção e o processamento das informações sonoras.

Terapia de cabine e Terapia do PAC é a mesma coisa?

A terapia de cabine e o teste do processo auditivo central são procedimentos distintos relacionados ao diagnóstico e tratamento de distúrbios no processamento auditivo central (PAC). Vamos explicar cada um separadamente:


Teste do Processamento Auditivo Central:

O teste do processamento auditivo central (ou teste do PAC) é uma avaliação clínica utilizada para identificar possíveis disfunções no processamento das informações sonoras pelo cérebro. Ele é realizado por um fonoaudiólogo ou audiologista e consiste em aplicar uma série de testes específicos para analisar como o sistema auditivo central processa e interpreta os estímulos sonoros.

Terapia de Cabine (ou Terapia Auditiva):


A terapia de cabine, também conhecida como terapia auditiva, é uma intervenção clínica utilizada para tratar distúrbios no processamento auditivo central. O objetivo dessa terapia é melhorar a percepção e o processamento das informações sonoras pelo cérebro, buscando tornar a audição mais eficiente e precisa. Na terapia de cabine, o paciente é colocado em uma cabine auditiva especialmente projetada para eliminar ruídos externos e garantir um ambiente controlado. Nesse ambiente, são utilizados diferentes estímulos sonoros, como palavras, sons verbais, ou sons complexos, dependendo do objetivo terapêutico. O profissional conduzirá sessões de treinamento auditivo, apresentando os estímulos sonoros de forma gradual, estimulando as áreas deficitárias do processamento auditivo central e incentivando o cérebro a processar as informações de maneira mais eficiente.



Na Só Crianças, maior clínica multidisciplinar da Baixada Fluminense, você encontra Audiometria, exame e teste do PAC e terapia de cabine, por convênio e particular.

1.202 visualizações0 comentário

Σχόλια


whatsapp-logo-1.png
bottom of page